Morcemrest® C5 R3

Argamassa de reparação monocomponente e nivelação superficial.

1504-3 - R3 COV GBC

Download da ficha técnica


Informação adicional

Composição

Produto à base de cimentos especiais, resinas sintéticas e fumo de sílica.

Caracteristicas e aplicações

  • Argamassa de reparação classe R3 segundo a norma EN-1504-3.
  • Excelente aderência.
  • Excelentes propriedades de reperfilamento.
  • Muito boa compatibilidade com o betão.
  • Resistente à água e à intempérie.
  • Reparação e nivelamento de superfícies danificadas de betão em estruturas, pilares, fachadas.
  • Reparação superficial e cosmética de peças de betão pré-fabricadas de todo o tipo.
  • Selagem de poros para suportes de betão ou argamassas.
  • Regularização de superfícies de betão.
  • Rebocos finos sobre betão, muro de alvenaria, argamassas.

Suportes

  • Os suportes devem ser resistentes, estáveis, estar em boas condições, limpos, isentos de pó, restos de descofrantes, produtos orgânicos e partes mal aderidas.
  • Os suportes absorventes deverão ser humedecidos previamente até à saturação, mas sem ficarem encharcados.

Modo de emprego

Mistura da argamassa

  • Adicionar as 2/3 partes de água prevista e misturar progressivamente a totalidade do pó, não parando de mexer. Acrecentar de seguida a restante água e misturar durante mais 2 minutos. Não preparar mais material do que aquele que se poderá utilizar durante 30 minutos ( a +20ºc ).

Aplicação:

  • Aplicar MORCEMREST C 5 com palustra ou espátula em camadas de 2 a 5mm. Antes de dar o acabamento final, deixar repousar parcialmente.

Endurecimento:

  • Proteger do vento, geadas e sol durante o endurecimento. Para evitar a secagem excessiva, é conveniente tapar a superfície com serapilheira húmidas ou plásticos durante a secagem.
 

Precauções e recomendações

  • Não juntar mais água à argamassa do que a recomendada nem reamassar.
  • Não aplicar abaixo de 5ºC nem acima de 30ºC.
  • Não juntar cimento, areia nem outras substâncias que possam afectar as propiedades do material.
  • Os utensílios e ferramentas deverão ser limpos com água imediatamente após a sua utilização, evitando-se assim o endurecimento do material e a necessiade de eliminá-lo recorrendo a meios mecânicos.
  • Não aplicar em espessuras superiores a 5mm.

Apresentação

MORCEMREST C 5 apresenta-se em sacos de 25 kg.
Armazenamento até 1 ano na sua embalagem original fechada, ao abrigo da intempérie e da humidade.

Dados técnicos

Resultados estatísticos obtidos em condições standard
 

  REQUISITOS R3 DADOS DO PRODUTO
Aspecto      Pó CINZENTO
Densidade de massa      Aprox. 1,9 ± 0,1 gr/cm³
Granulometria   Dmax 1mm
Espessura de camada   2 mm min.
5 mm máx.
Resistência à compressão 28 dias (EN 12190) ≥ 25 N/mm² ≥ 25 N/mm²
Teor de cloretos (EN 1015) ≤ 0,05% ≤ 0,01%
Adherência (EN 1542) ≥ 1,5 N/mm² ≥ 1,5 N/mm²
Resistência à carbonatação (EN 13295) dk ≤ betão padrão tipo MC (0,45) Aprovado
Módulo de elasticidade (EN 13412)   ≥ 15 GPa ≥ 15 GPa
Absorção do capilaridade (EN 13057)    ­ ≤ 0,5 kg / m² x h½ ≤ 0,5 kg / m² x h½
Compatibilidade térmica parte 2 (EN 13687-1) ≥ 1,5 N/mm² ≥ 1,5 N/mm²
Ciclos Resfriamento brusco a partir de Temperatura Elevada (EN 13687-2) ≥ 1,5 N/mm² ≥ 1,5 N/mm²
Compatibilidade térmica parte 4:
Ciclos Térmicos a seco (EN 13687-4)
≥ 1,5 N/mm² ≥ 1,5 N/mm²
CURVA RESISTÊNCIAS
Compressão: (EN 12190)
1 dia
7 dias
28 dias
 

≥ 8 N/mm² 
≥ 18 N/mm²
≥ 25 N/mm²
Flexotração (EN 12190) 
28 dias
  ≥ 7 N/mm²
Água de amassadura    16%
Rendimento      2 Kg./m²/mm de espessura
Clasificação segundo EN 1504-3:2006   
Tipo
  R3
PCC

Marcação CE

GRUPO PUMA SL
C) Conrado del Campo Nº2 29590 Campanillas (Málaga)
13
Nº: 210030

EN-1504-3
MORCEMREST C-5

Argamassa para reparação estrutural do betão, tipo PCC, para nivelação
superficial, para espessuras entre 2 e 5 mm (à base de cimento hidráulico
polimerizado).

Resistência à compressão Classe R3
Conteúdo em iões cloretos ≤ 0.05%
Aderência ≥ 1.5 MPa
Resistência à carbonatação Passa
Módulo de elasticidade ≥ 15 GPa
Compatibilidade térmica parte 2 y 4 ≥ 1.5 MPa
Absorção capilar ≤ 0.5 kg.m2h0.5
Reacção ao fogo A1

Nota

As instruções quanto à forma de utilização são realizadas de acordo com os nossos ensaios e conhecimentos e não pressupõem um compromisso do GRUPO PUMA nem isentam o consumidor do exame e verificação dos produtos para a sua correta utilização. As reclamações devem ser acompanhadas da embalagem original para permitir a rastreabilidade adequada.

O GRUPO PUMA não se responsabiliza, em caso algum, pela aplicação dos seus produtos ou soluções construtivas por parte da empresa aplicadora ou demais sujeitos intervenientes na aplicação e/ou execução da obra em questão, limitando-se a responsabilidade do GRUPO PUMA exclusivamente aos possíveis danos atribuíveis direta e exclusivamente aos produtos fornecidos, individuais ou integrados em sistemas, devido a falhas no fabrico dos mesmos.

Em qualquer caso, o redator do projeto de obra, a direção técnica ou o responsável da obra, ou subsidiariamente a empresa aplicadora ou outros sujeitos intervenientes na aplicação e/ou na execução da obra em questão, devem certificar-se da idoneidade dos produtos atendendo às características dos mesmos, bem como as condições, suporte e possíveis patologias da obra em questão.

Os valores dos produtos ou soluções construtivas do GRUPO PUMA que em cada caso sejam determinados pela norma UNE ou qualquer outra aplicável, referirem-se exclusivamente às condições expressamente estipuladas na dita normativa e que vêm referidos, entre outros, a determinadas características do suporte, condições de humidade e temperatura, etc. sem que sejam exigíveis ensaios obtidos em condições diferentes, tudo isto de acordo com o expressamente estabelecido na normativa de referência.