Paviland® Recrecido Autonivelante

Argamassa autonivelante de presa normal para a preparação de pavimentos interiores, que uma vez endurecida deve ser cobreta por revestimentos descontínuos (parquet, tapete, cerâmica, pavimento vinílico, etc) assim como revestimentos contínuos sintéticos (epóxis, poliuretanos, etc).

13813 - CT C25 F6 B2 COV GBC

Download da ficha técnica


Informação adicional

Composição

Produto à base de cimento, agregados selecionados e aditivos.

Caracteristicas e aplicações

  • Aumento e nivelação de pavimentos interiores para tráfego pedestre, sem uso de veículos. Não sujeito a impactos. Pouco tráfego de veículos ligeiros com rodas macias até uma velocidade de 10 km/h.
  • Apto para pavimentos com aquecimento radiante.
  • Alto poder autonivelante.
  • Fácil aplicação dando lugar a superfícies de elevada planeidade.
  • Altas resistências mecânicas.
  • Aumento de pavimentos entre 10-60 mm.

Suportes

  • Betão, soleiras de argamassa e similares.
  • Os suportes devem ser resistentes, estáveis, sãos e estar limpos, isentos de pó, gesso, tintas, restos de descofrantes, produtos orgânicos, etc.
  • Previamente à aplicação de PAVILAND RECRECIDO AUTONIVELANTE, devem reparar-se adequadamente os buracos e/ou fissuras que possam existir no suporte.
  • Antes de aplicar o produto, deve assegurar que a humidade residual do suporte é inferior ao recomendado (menor que 3%).
  • Dependendo do tipo e qualidade do suporte (suportes de muito ou muito pouca porosidade), aplicar TEXTUREFIX PLUS. 

Modo de emprego

  • Definir e marcar os niveis máximos da camada de aumento.
  • Amassar o produto com água (4,25-4,75 L por saco) mecanicamente, com ajuda de uma betoneira ou batedor para argamassa a baixas rotações (< 500 r.p.m) até obter uma pasta fluida e homogénea (sem grumos).
  • Deixar repousar a massa uns 2 minutos.
  • Aplicar o produto amassado mediante vertido ou bombeio do mesmo, sobre o fundo de colocação e estendê-lo com uma palustra niveladora, alisando e corrigindo as imperfeições.
  • Uma vez estendido o produto recomenda-se passar um rolo de picos sobre o mesmo, para assim eliminar as bolhas de ar, voltar a alisar com a palustra niveladora e conseguir assim uma superfície totalmente lisa.
  • Espessuras entre 10-60 mm.
  • Respeitar as juntas estruturais e executar as juntas perimetrais e de partição.
 

Precauções e recomendações

  • Não aplicar com temperaturas inferiores a 5 ºC nem superiores a 30 ºC.
  • Não aplicar com risco de geadas, chuvas, ventos fortes ou sol direto.
  • Não aplicar em solos com humidade ou com risco de a ter. 
  • Não aplicar em exteriores.
  • Não adicionar areia, cimento nem nenhum outro produto que modifique a formulação original.
  • Uma vez amassado o produto e passado o seu tempo de repouso, não adicionar mais água.
  • Para pavimentos com superfície superior a 20 m² ou mais de 10 metros lineares é recomendado realizar juntas de partição, delimitando panos sensivelmente quadrados com juntas de 6 mm de largura no mínimo, preenchendo com PUMALASTIC PU.
  • Evitar o contacto com elementos perimetrais mediante a execução de juntas perimetrais de 6 mm e profundidade compreendida entre 10 e 30 mm, preenchendo com PUMALASTIC PU.
  • Antes de colocar o revestimento final, comprovar mediante higrómetro de carboneto que a humidade residual é <3%.

Apresentação

Sacos de plástico de 25 kg. Até 1 ano na sua embalagem original fechada, ao abrigo da intempérie e da humidade.

Dados técnicos

(Resultados estatísticos obtidos em condições padrão)

Aspeto Pó CINZA
Granulometria < 3 mm
Água de Amassadura 18% ± 1
Tempo de espera antes de pisar 24 horas
Resistência à compressão (28 dias) (EN 13892-2) >25 N/mm²
Resistência à flexão (28 dias) (EN 13892-2) >6 N/mm²
Resistência à tração (28 dias) (EN 13892-8) >2 N/mm²
Retração (EN 13872:2004) < 0,5 mm/m

Conditividade térmica (valor tabelado)

1.10-1.30 W/mK
Rendimento 20 kg/m² e cm de espessura
Classificação (EN 13813) CT-C25-F6 B2
Reação ao fogo Classe A1


NOTA: Os tempos referem-se a uma temperatura de 23 ºC e 50% de humidade relativa. Estes são mais curtos a temperaturas mais elevadas e mais largos a temperaturas mais baixas.

Nota

As instruções quanto à forma de utilização são realizadas de acordo com os nossos ensaios e conhecimentos e não pressupõem um compromisso do GRUPO PUMA nem isentam o consumidor do exame e verificação dos produtos para a sua correta utilização. As reclamações devem ser acompanhadas da embalagem original para permitir a rastreabilidade adequada.

O GRUPO PUMA não se responsabiliza, em caso algum, pela aplicação dos seus produtos ou soluções construtivas por parte da empresa aplicadora ou demais sujeitos intervenientes na aplicação e/ou execução da obra em questão, limitando-se a responsabilidade do GRUPO PUMA exclusivamente aos possíveis danos atribuíveis direta e exclusivamente aos produtos fornecidos, individuais ou integrados em sistemas, devido a falhas no fabrico dos mesmos.

Em qualquer caso, o redator do projeto de obra, a direção técnica ou o responsável da obra, ou subsidiariamente a empresa aplicadora ou outros sujeitos intervenientes na aplicação e/ou na execução da obra em questão, devem certificar-se da idoneidade dos produtos atendendo às características dos mesmos, bem como as condições, suporte e possíveis patologias da obra em questão.

Os valores dos produtos ou soluções construtivas do GRUPO PUMA que em cada caso sejam determinados pela norma UNE ou qualquer outra aplicável, referirem-se exclusivamente às condições expressamente estipuladas na dita normativa e que vêm referidos, entre outros, a determinadas características do suporte, condições de humidade e temperatura, etc. sem que sejam exigíveis ensaios obtidos em condições diferentes, tudo isto de acordo com o expressamente estabelecido na normativa de referência.