Tejido Carbotec

O Sistema Tejido Carbotec do tipo UD é composto por um tecido de fibras de carbono unidirecionais revestidas.


Download da ficha técnica


Informação adicional

Caracteristicas e aplicações

  • Aumento da resistência e ductilidade nas colunas.
  • Aumento da carga axial envolvendo a coluna.
  • Utilizam-se apenas fibras de alta qualidade no fabrico.
  • Grande liberdade de design.
  • Claras vantagens sobre as placas de aço em certas aplicações.
  • Pode aplicar-se em vigas, colunas, solos e paredes, tanto em suportes de betão como de madeira.
  • Reforço duradouro perante as deformações por flexão tanto positivas como negativas.
  • Leve e flexível: Não exige maquinaria pesada.
  • Resistente à corrosão: não exige tratamento adicional.
  • Sem dificuldade nas conexões nem nas transições.
  • Menor risco de flexão.
  • Baixo impacto estético.

Campo de aplicação

O Sistema Tejido Carbotec do tipo unidirecional (UD) utiliza-se para o reforço, a posteriori, de elementos de betão, madeira e alvenaria.

Os elementos de betão armado são calculados e desenhados para uma carga pré-determinada. Estas cargas podem alterar-se ao longo da vida útil da construção e os cálculos iniciais podem ser insuficientes devido a:

  • Aberturas que cortam forjado em solos ou vigas.
  • Aumento das cargas devido à mudança de utilização da construção.
  • Envelhecimento dos materiais de construção.
  • Corrosão da armação.
  • Degradação do betão.
  • Corte de cabos de pré- e pós-tensão.
  • Danos devido a fogo em certos pontos da construção.
  • Terramotos passados ou que possam vir a acontecer.

O Sistema Tejido Carbotec do tipo UD é utilizado para reforçar colunas, vigas, chaminés, silos, túneis e outros elementos de construção que estejam submetidos a cargas desfavoráveis. As malhas oferecem uma solução única para o reforço de formas compostas porque podem se adaptar ao contorno do elemento.

Isto permite ao projetista reforçar colunas cilíndricas, segmentos de túneis arqueados, tubos e chaminés que não sejam possíveis com o Sistema lâmina Carbotec do tipo UD.

O Sistema Tejido Carbotec do tipo UD também são ideais como base para a fixação do Sistema Lâmina Carbotec do tipo UD.

Suportes

  • A aderência do suporte já preparado dever-se-á verificar através de testes de adesão em pontos ao acaso. O betão deverá ter uma adesão mínima de 1,0 N/mm2.
  • A temperatura da superfície do elemento em questão deveria ser de pelo menos 8ºC e de pelo menos 3ºC sobre a temperatura do ponto de orvalho.
  • Quando se utiliza o Adesivo Carbotec Impregnante (impermeável), o conteúdo de humidade máximo no betão deve ser < 4 %.

Betão e alvenaria:

  • Para assegurar uma divisão otimizada das cargas do suporte do Sistema de Talha Carbotec do tipo UD, a superfície deve ser rugosa, o que se pode conseguir através de jato de areia. Todas as zonas danificadas (fissuras, cavidades e deficiências na superfície) devem ser reparadas antes da aplicação do Sistema Tejido Carbotec do tipo UD.

Madeira:

  • A superfície deve ser escovada ou moída. O pó deve ser retirado com um aspirador.

Modo de emprego

  1. Preparação da superfície
  • A rugosidade do suporte, quando excessiva, dever-se-á encher e nivelar com materiais adequados.
  • Recomenda-se a aplicação de Implarest EPW quando a qualidade do betão seja insuficiente.
  • Criar um raio mínimo de 2,5 cm nas esquinas angulares.
  1. Preparação do Sistema Malha Carbotec do tipo UD
  • As malhas Carbotec podem ser cortadas com tesouras normais.
  1. Preparação do Adesivo Carbotec Impregnante (impermeável)
  • Misturar ambos os componentes do adesivo antes de o aplicar.
  • Misturar o componente A e B num recipiente limpo e misturar minuciosamente durante 3 minutos com um misturador de baixa velocidade até obter uma mistura cinzenta. Misturar apenas a quantidade de produto que se pode aplicar dentro da vida da mistura de Adesivo Impregnante.
  • Proporção de mistura A/B = 2/1.
  1. Aplicação do Sistema Malha Carbotec do tipo UD.
  • Aplicar o adesivo Carbotec Impregnante com um cilindro com espessura nivelado seguindo o consumo que se pode verificar na página 3. 
  • Pressionar a malha de fibra de carbono contra a resina epóxi com um cilindro especial. Trabalhar sempre de frente para trás na direção das fibras de carbono. Começar numa ponta e trabalhar até à outra ou começar no meio e movimentar-se para os lados. Assim, é eliminado todo o ar preso.
  • Aplicar uma segunda camada de Adesivo Carbotec Impregnante na parte superior da malha de fibra de carbono.
  • Para aplicar uma segunda camada de Sistema Malha Carbotec de tipo UD, repetir o procedimento indicado acima. A segunda camada aplica-se em molhado sobre molhado sobre a última camada de Adesivo Carbotec Impregnante, dentro do tempo de vida útil da mistura mencionada na sua ficha técnica.
  • Quando se aplica o Sistema Malha Carbotec do tipo UD na lâmina ou laminado de fibra de carbono já curado, a superfície deve ser preparada utilizando um método aprovado.
  • O material não deve ser tocado até 24 h depois da sua aplicação. O Adesivo Carbotec Impregnante alcança plenas resistências mecânicas após 7 dias.

Precauções e recomendações

  • Cortar a malha com tesouras ou com uma faca ou régua.
  • Nunca dobrar a malha na direção longitudinal (Apenas colocar em paralelo à fibra).
  • O raio mais pequeno para o reforço nas esquinas: > 25 mm.
  • Na direção da fibra, a longitude de sobreposição deve ser de pelo menos 150 mm.
  • Durante a aplicação, observar o tempo de vida do adesivo (tempo máximo de polimerização).
  • A malha pode ser coberta mediante um salpico de sílica com o Adesivo Carbotec Impregnante e assim revestir com uma camada final de argamassa.

 

Consumo segundo dimensões (kg/m²)

O consumo depende das condições da obra e o número de camadas calculado.
O consumo vai depender do achatamento e rugosidade do suporte: O consumo pode ser maior do que se indica em seguida:
Malha Carbotec Carbotec Impregnante
200 g/m2 Aprox.  700 g/m2
300 g/m2 Aprox.  900 g/m2
400 g/m2 Aprox.  1100 g/m2

Apresentação

Malha de fibra de carbono de alto rendimento/unidirecional (longitudinal), preta em rolos.

Sistema Tejido Carbotec deve ser armazenado num local seco, ambiente sem pó e afastado da luz solar direta.

Dados técnicos

Dados Técnicos
(Unidirecional)
200 g/m2 300 g/m2 400 g/m2
Módulo de elasticidade (GPa) 240 240 240
Resistência à tração (N/mm2) 4300 4300 4300
Peso da fibra (g/m2)
Direção principal
200 300 400
Peso por unidade de área de lâmina (g/m2) 230 330 430
Densidade (g/cm3) 1.7 1.7 1.7
Alongamento de rutura  (%) 1.55 1.55 1.55
Espessura para o cálculo 
(peso de fibra/densidade) (mm)
0.117 0.176 0.234
Secção transversal teórica de cálculo por 1000 mm de largura (mm2) 117 176 234
Fator de redução e para o cálculo
(Laminado manual/lâmina UD)
1.2
(recomendado por GP)
1.2
(recomendado por GP)
1.2
(recomendado por GP)
Força de tração última 1000 mm de largura (kN)
117 x 3800 = 370.5
1.2
176 x 3800 = 557.3
1.2
234 x 3800 = 744.0
1.2
Força de tração para 1000 mm de largura a 0,6% Ɛ para o cálculo (kN) 140 211 282
Apresentação:
(Lâminas especiais sob pedido)
Largura:300 ou 600 mm
Longitude:150 e 100 m
Largura:300 ou 600 mm
Longitude:150 e 100 m
Largura:300 ou 600 mm
Longitude:150 e 100 m
 

Nota

As instruções quanto à forma de utilização são realizadas de acordo com os nossos ensaios e conhecimentos e não pressupõem um compromisso do GRUPO PUMA nem isentam o consumidor do exame e verificação dos produtos para a sua correta utilização. As reclamações devem ser acompanhadas da embalagem original para permitir a rastreabilidade adequada.

O GRUPO PUMA não se responsabiliza, em caso algum, pela aplicação dos seus produtos ou soluções construtivas por parte da empresa aplicadora ou demais sujeitos intervenientes na aplicação e/ou execução da obra em questão, limitando-se a responsabilidade do GRUPO PUMA exclusivamente aos possíveis danos atribuíveis direta e exclusivamente aos produtos fornecidos, individuais ou integrados em sistemas, devido a falhas no fabrico dos mesmos.

Em qualquer caso, o redator do projeto de obra, a direção técnica ou o responsável da obra, ou subsidiariamente a empresa aplicadora ou outros sujeitos intervenientes na aplicação e/ou na execução da obra em questão, devem certificar-se da idoneidade dos produtos atendendo às características dos mesmos, bem como as condições, suporte e possíveis patologias da obra em questão.

Os valores dos produtos ou soluções construtivas do GRUPO PUMA que em cada caso sejam determinados pela norma UNE ou qualquer outra aplicável, referirem-se exclusivamente às condições expressamente estipuladas na dita normativa e que vêm referidos, entre outros, a determinadas características do suporte, condições de humidade e temperatura, etc. sem que sejam exigíveis ensaios obtidos em condições diferentes, tudo isto de acordo com o expressamente estabelecido na normativa de referência.