Morcem® Elastic PM

Membrana elastomérica monocomponente de poliuretanto, de aplicação líquida, para impermeabilização.

GBC

Download da ficha técnica


Informação adicional

Composição

MORCEM ELASTIC PM é uma resina líquida monocomponente de poliuretano, com um acelerador opcional. Cura formando uma membrana elastomérica flexível, dura e resistente à intempérie e que possui propriedades impermeabilizantes.

Caracteristicas e aplicações

  • Aplicação a frio com pincel, trincha, rolo ou pulverizado com pistola.
  • Resistente à intempérie, à radiação ultravioleta e às geadas.
  • Permeável ao vapor (contrariamente aos revestimentos betuminosos ou de PVC).
  • Elasticidade excelente: superior a 900%.
  • Resistente aos microorganismos.
  • Pode utilizar-se para pontear fissuras estáveis se se aplicar com a espessura mínima requerida.
  • Excelente resistência ao desgaste, abrasão e à perfuração.
  • Resistente à água salgada, residual, ao petróleo, a óleos, chuva ácida e a líquidos levemente ácidos.
  • Pode utilizar-se em superfícies húmidas como o betão, a alvenaria, o aço, a madeira, etc.
  • Impermeabilização de telhados, espuma de isolamentos e painéis de lã mineral.
  • Impermeabilização de varandas e terraços.
  • Impermeabilização de depósitos, canais, panéis de gesso,...
  • Impermeabilização de canteiros e zonas ajardinadas.
  • Impermeabilização de construções de betão como pontes, túneis, etc.

Suportes

  • O suporte deve apresentar-se são, limpo, isento de gorduras, óleos, tintas, pó e partes mal aderidas que dificultem a adesão.
  • O suporte deve ser estruturalmente sólido.
  • Não se recomenda a limpeza do suporte com água a alta pressão devido à humidade residual deste tratamento. Tratar o suporte com jacto de areia.
  • As fissuras e o betão danificado deverão reparar-se previamente com MORCEMREST RF15.

Modo de emprego

Mistura:

  • Mexer MORCEM ELASTIC PM manualmente ou com uma misturadora eléctrica de baixas rotações (inferior a 300 rpm). Para aplicações com temperaturas frias e para tempos de cura mais rápidos, usar 2 a 4% do acelerador.

Aplicação:

  • Aplicar com rolo, trincha ou equipamento pulverizador sem ar. A boquilha do equipamento pulverizador deve ser de 5/33'. Não são necessários filtros ou mangueiras de sucção. Todas as mangueiras devem ter um diâmetro de 3/8'. Recomenda-se uma pistola pulverizadora de 60/1.
  • Recomenda-se sempre a aplicação do primário IMPLAREST EPW para neutralizar a porosidade e a humidade do suporte.
  • Aplicar o produto em 2/3 camadas de uma espessura total máxima de 2 mm. Aplicar a segunda camada depois de 12 a 24 h da aplicação da primeira, uma vez seca totalmente. No caso de usar o acelerador de presa, aguardar entre 3 a 4 horas.
  • Para curvas compostas em esquinas, encontros parede e solo e outros detalhes, recomenda-se aplicar uma tira de rede de reforço para reforçar a junta.

Endurecimento:

  • MORCEM ELASTIC PM é estável à chuva a partir das 4h após a sua colocação.
  • Apto para o tráfego pedonal ligeiro após decorridas 24h da sua colocação.
  • Proteger do vento, geadas e do sol durante a aplicação e o endurecimento.
  • Se a membrana curada se vai utilizar em contacto com água potável, a superfície deve ser limpa minuciosamente para assegurar que todos os solventes se eliminam completamente.

Precauções e recomendações

  • Não aplicar com temperaturas inferiores a 5ºC nem superiores a 30º.
  • MORCEM ELASTIC PM só deve aplicar-se quando a temperatura for constante ou diminua.
  • Não aplicar nunca em camadas com mais de 0.6 mm de espessura (espessura em seco).
  • Os utensílios e ferramentas devem limpar-se com solvente imediatamente após a sua utilização para evitar o endurecimento do material.
  • Evitar as temperaturas de orvalho durante as primeiras horas de aplicação.

Apresentação

MORCEM ELASTIC PM vende-se em embalagens de metal de 6 kg e de 25 kg.
O acelerador vende-se em embalagens de 0,24 kg e 1kg.

Armazenamento até 9 meses na sua embalagem original fechada, ao abrigo da intempérie e da humidade.  

Dados técnicos

(Resultados estatísticos obtidos em condições standard)

Propriedades do líquido

Conteúdo de sólidos  92%
Densidade  1,35 -1,45 kg/cm³ 
Viscosidade  > 90s
Ponto de ignição  > 25ºC


Propriedades da membrana

Cor  CINZA
Resistência à tracção  7,45 ± 0,30 N/mm²
Alongamento a rotura  900 ± 80%
Dureza  65 ± 5
Aderência ao betão seco  > 2N/mm² (ruptura de betão)
Permeabilidade ao vapor de água  25,8 ± 4,4g/m²/día
Resistência à pressão hidroestática  Sem fugas (1m coluna de água/24h)
Reacção ao fogo  Classe B2
Resistência as chispas e ao calor irradiado  Aprovado
Estável frente a chuva após  12h
Cura total  7 días


Cumpre com ETAG 005
Rendimento: 1,5 kg/m² a 2,5 kg/m² (espessura de aplicação de 1,1 a 2 mm). O consumo dependerá da rugosidade do suporte.

Nota

As instruções quanto à forma de utilização são realizadas de acordo com os nossos ensaios e conhecimentos e não pressupõem um compromisso do GRUPO PUMA nem isentam o consumidor do exame e verificação dos produtos para a sua correta utilização. As reclamações devem ser acompanhadas da embalagem original para permitir a rastreabilidade adequada.

O GRUPO PUMA não se responsabiliza, em caso algum, pela aplicação dos seus produtos ou soluções construtivas por parte da empresa aplicadora ou demais sujeitos intervenientes na aplicação e/ou execução da obra em questão, limitando-se a responsabilidade do GRUPO PUMA exclusivamente aos possíveis danos atribuíveis direta e exclusivamente aos produtos fornecidos, individuais ou integrados em sistemas, devido a falhas no fabrico dos mesmos.

Em qualquer caso, o redator do projeto de obra, a direção técnica ou o responsável da obra, ou subsidiariamente a empresa aplicadora ou outros sujeitos intervenientes na aplicação e/ou na execução da obra em questão, devem certificar-se da idoneidade dos produtos atendendo às características dos mesmos, bem como as condições, suporte e possíveis patologias da obra em questão.

Os valores dos produtos ou soluções construtivas do GRUPO PUMA que em cada caso sejam determinados pela norma UNE ou qualquer outra aplicável, referirem-se exclusivamente às condições expressamente estipuladas na dita normativa e que vêm referidos, entre outros, a determinadas características do suporte, condições de humidade e temperatura, etc. sem que sejam exigíveis ensaios obtidos em condições diferentes, tudo isto de acordo com o expressamente estabelecido na normativa de referência.