Morcem® Grout 500

Argamassa de expansão controlada, autonivelante, sem retração e de altas resistências.Médias e grandes espessuras.

1504-6 - CE COV GBC DAP

Download da ficha técnica


Informação adicional

Caracteristicas e aplicações

  • Retração compensada.
  • Consistência fluida sem segregação nem escorrimento uma vez amassada.
  • Elevadas resistências tanto iniciais como finais. 
  • Elevado poder autonivelante/enchimento. 
  • Uma vez endurecido, é impermeável à água, óleos, gorduras e a todos os derivados do petróleo. 
  • Livre de substâncias agressivas para o betão e para o aço. 
  • Excelente aderência. 
  • Em zonas confinadas proporciona uma boa aderência entre o betão/aço. Resiste a golpes e vibrações.
  • Nivelação de apoios em pontes e gruas. 
  • Enchimento por meio de vazamento sob placas de apoio garantindo uma perfeita transferência de cargas. 
  • Enchimento de bancadas de maquinaria. 
  • Enchimento por meio de vazamento em gretas e fendas confinadas no interior de massas de betão. 
  • Enchimentos e ancorantes de perfis metálicos (pilares, suportes de tubagem,...) e elementos pré-fabricados. 
  • Fixações e pernos. 

Suportes

  • O suporte deve estar limpo, firme, rugoso e livre de óleos, gorduras,tintas, restos de óleos desencofrantes, pó, etc. 
  • As superficíes devem ser estruturalmente sólidas. 
  • O suporte deve ser humedecido para controlar a absorção e prevenir uma perda súbita de água, evitando a formação de poças na superfície. 
  • Deverá ter uma temperatura mínima de +5ºC e máxima de +30ºC. 

Modo de emprego

Mistura da argamassa:

  • Juntar o produto às 2/3 partes de água prevista. Misturar bem acrescentando o resto da água pouco a pouco. Não se deve juntar mais água do que a recomendada. Pode amassar-se manual ou mecanicamente com misturador de baixas rotações (300-600 rpm).

Aplicação:

  • Depois de misturado enche-se o buraco previsto. Deve evitar-se o transporte da mistura na obra, pois pode produzir decantação.
  • Para o enchimento, é conveniente verter o material com o auxílio de uma vareta. 
  • Em enchimentos sob placas, deve prever-se uma saída para o ar, por forma a que este possa sair facilmente à medida que se enche com o produto.  
  • Em grandes superfícies aconselha-se a vibração com vareta ou com taco de madeira.
  • Espessura de aplicação: de 20 mm a 200 mm (em espaços confinados podem alcançar-se espessuras até 500 mm).

Cura:

  • Uma vez vertido, o produto deve ser protegido do sol, vento, etc. 
  • É conveniente tapá-lo com serrapilheira húmida durante 2 a 3 dias. 
  • A operação de cura é imprescindivel em todos os casos. 
  • No caso de encher uma cofragem com o produto, deverá esperar 24 horas para realizar o desmolde. 

Precauções e recomendações

  • Não juntar mais água à argamassa do que a recomendada, nem reamassar. 
  • Não aplicar com temperaturas inferiores a 5ºC nem superiores a 30ºC. 
  • Não juntar cimento, areia nem outras substâncias que possam afectar as propriedades do material. 

Apresentação

Sacos de 25 kg.
Armazenamento até 1 ano na sua embalagem original fechada, ao abrigo da intempérie e da humidade.

Dados técnicos

(Resultados estatísticos obtidos em condições standard)

Aspecto    Pó CINZENTO
Densidade de massa    Aprox. 2,2 g/cm³
Granulometria Dmax. 2 mm
Consumo    Aprox. 2,2 Kg/m² por mm de espessura
Relação água/pó    Aprox. 13%
COURBE RÉSISTANCES
Compression: (EN 12190)
1 jour
7 jours
28 jours

13.5±1
Environ 30 N/mm²
Environ 50 N/mm²
Environ 65 N/mm²
Flexotraction: (EN 12190)
28 jours
Environ 8 N/mm²
Resistência ao arranque   Deslocamento < 0,6 mm (Carga de 75KN)
Teor de iões cloreto    < 0,05%
Espessura de camada    20 - 200 mm (até 500 mm em espaços confinados)
Expansão, 28 dias endurecido    Aprox. 0,1%
Aderência ao aço: Varão nervurado > 15 N/mm²
 

Marcação CE

GRUPO PUMA SL
Avd. Agrupación Córdoba, Núm.17 14014 (Córdoba)
12
Nº: 210078

EN-1504-6
MORCEMGROUT 500

Uso previsto: Argamassa autonivelante de altas resistências, para enchimentos 
e ancoragens de maquinarias, nivelação de apoiose pontes, espessura de
aplicação de 20 a 200 mm.

Resistência ao arrancamento, deslocamento ≤ 0.6 mm a uma carga de 75 KN
Conteúdo em iões cloreto ≤ 0.05%
Reação ao fogo A1
Substâncias perigosas De acordo com o apartado 5.3

 

Declaração Ambiental de Produto (DAP)

Argamassa elaborada com agregados próximos dos centros de produção reduzindo as emissões dos gases de efeito de estufa associados ao seu transporte e elaboradas nos centros de produção com sistemas de Gestão Ambiental certificados de acordo com a norma ISO 14001, pelo que confere um firme compromisso com a sustentabilidade e o respeito pelo meio ambiente.
Argamassa com etiqueta ecológica tipo III (a mais exigente) Declaração Ambiental de Produto verificada externamente pela AENOR

Nota

As instruções quanto à forma de utilização são realizadas de acordo com os nossos ensaios e conhecimentos e não pressupõem um compromisso do GRUPO PUMA nem isentam o consumidor do exame e verificação dos produtos para a sua correta utilização. As reclamações devem ser acompanhadas da embalagem original para permitir a rastreabilidade adequada.

O GRUPO PUMA não se responsabiliza, em caso algum, pela aplicação dos seus produtos ou soluções construtivas por parte da empresa aplicadora ou demais sujeitos intervenientes na aplicação e/ou execução da obra em questão, limitando-se a responsabilidade do GRUPO PUMA exclusivamente aos possíveis danos atribuíveis direta e exclusivamente aos produtos fornecidos, individuais ou integrados em sistemas, devido a falhas no fabrico dos mesmos.

Em qualquer caso, o redator do projeto de obra, a direção técnica ou o responsável da obra, ou subsidiariamente a empresa aplicadora ou outros sujeitos intervenientes na aplicação e/ou na execução da obra em questão, devem certificar-se da idoneidade dos produtos atendendo às características dos mesmos, bem como as condições, suporte e possíveis patologias da obra em questão.

Os valores dos produtos ou soluções construtivas do GRUPO PUMA que em cada caso sejam determinados pela norma UNE ou qualquer outra aplicável, referirem-se exclusivamente às condições expressamente estipuladas na dita normativa e que vêm referidos, entre outros, a determinadas características do suporte, condições de humidade e temperatura, etc. sem que sejam exigíveis ensaios obtidos em condições diferentes, tudo isto de acordo com o expressamente estabelecido na normativa de referência.